Inclusão no curso de licenciatura em música da Universidade de Ribeirão Preto UNAERP. Relato de experiência

Érika de Andrade Silva

Resumo


O presente relato objetiva compartilhar a experiência do curso de Licenciatura em Música da Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP, na perspectiva da educação inclusiva. De acordo com o Censo da Educação Superior de 2011 houve um aumento de mais de 350% nos últimos 8 anos de alunos com deficiência matriculados no ensino superior. Compreender este fenômeno, traçar estratégias para o atendimento da legislação e principalmente oferecer um atendimento humanizado e adequado a este público é um compromisso da instituição.  Comprometida com a ética e com o desenvolvimento humano e social, tendo como missão gerar e difundir conhecimentos, a UNAERP buscou articular as diretorias de pesquisa, ensino e extensão, o setor de infraestrutura, o Laboratório de Informática para Atividades de Pesquisa e Ensino da Universidade de Ribeirão Preto (LIAPE) e incorporou o Serviço de Apoio à Pessoa com Deficiência – SeAPDef ao Serviço de Apoio Psicológico e Psicopedagógico ao Estudante – SeAPP, criado em 2000. Além de medidas administrativas e de gestão, a universidade também buscou promover ações para sensibilizar e conscientizar o corpo discente e capacitar o corpo docente. A aproximação com as famílias, assim como dos profissionais e instituições que atendem os alunos deficientes foi uma estratégia que impactou positivamente o engajamento e consequentemente a melhoria do desempenho acadêmico destes estudantes. Estas ações se acentuaram no ano de 2016 quando um candidato deficiente visual e uma candidata com Síndrome de Down se inscreveram no processo seletivo para o curso de Música. Este relato busca apresentar esta experiência com intuito de promover reflexões, discussões e ações a respeito da inclusão nos cursos superiores.


Palavras-chave


Inclusão nos cursos superiores; Educação musical inclusiva; Música e deficiência.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.