Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A missão da revista Integratio é publicar artigos científicos em português, inglês e espanhol bem estruturados e fundamentados, que constituam contribuições relevantes para as diversas subáreas da Música, da Educação e da Teologia, incluindo as interfaces entre si e com outras áreas do conhecimento. Eventualmente, publica partituras, resenhas e entrevistas relacionadas à pesquisa interdisciplinar em Música, Teologia e Educação.

 

Políticas de Seção

Expediente

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Teses e Dissertações (Resumos)

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os trabalhos são submetidos, primeiramente, ao check list dos critérios da revista e depois à avaliação de 2 especialistas "ad hoc" e do editor geral. 

Os originais serão encaminhados aos/às avaliadores/as, sem a identificação de autoria. É considerado aprovado o artigo aprovado pelos dois(duas) avaliadores(as). No caso de conflito entre os avaliadores, o Editor poderá intervir e enviar o artigo a um(a) terceiro(a) avaliador(a). Em último caso, os membros do Conselho Editorial podem ser convocados a analisar eventuais conflitos entre avaliações discordantes, por exemplo, sobre aprovação e recusa de publicação. 

 

Periodicidade

A INTEGRATIO terá divulgação exclusivamente eletrônica, com acesso gratuito, com periodicidade semestral (2 números por ano).

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.